ANÉIS DE VEDAÇÃO

Anel Oring

Define-se O’ring como um vedador estático ou dinâmico de borracha com um formato de anel e seção circular, o qual é alojado em uma ranhura pré-dimensionada, que submete a seção do anel a uma pressão, assegurando assim a vedação inicial do sistema.

O o’ring é o mais versátil de todos os vedadores e tem vasta aplicação no campo das vedações, principalmente na hidráulica e pneumática.

• Poliuretano
• NBR
• Viton
• Neoprene
• EPDM
• Silicone

TABELA O-RING STANDARD – PDF

TABELA O-RING MILIMÉTRICO – PDF

Anéis anti- extrusão ( Backup’s)

A extrusão torna-se um constante à medida que os anéis são obrigados a suportarem maiores pressões, uma vez que altas pressões provocam deformações exageradas nos anéis.
O principal motivo da utilização de Anéis Anti-Extrusão é a proteção de O-Rings, evitando que estes sejam destruídos pelo excesso de pressão ou por “cantos vivos” nos alojamentos.

A utilização do Anti-Extrusão não implica em menos cuidado com a qualidade de acabamento superficial dos alojamentos.

Conheça os dois modelos de Anel Oring

Alguns fabricantes de Anel Oring criam modelos com necessidades específicas e está disponível no mercado dois tipos:

X rings – os X-rings possuem duas superfícies de contato vedante, o que garante um melhor desempenho como elemento vedador, melhor estabilidade no alojamento e resistência a torção quando montados. Atuam em sistemas estáticos e dinâmico com pressões até 60 bar (dependendo da dureza do elastômero até 80 bar). A temperatura de trabalho varia conforme o seu composto, podendo chegar à 240ºC.

V-ring – é um vedador de borracha com formato de anel e seção definida, com lábio de vedação em uma das extremidades e corpo para dar rigidez a peça. Ele é fixado no eixo sob pressão e gira solidário ao mesmo, proporcionando excelente eficiência. É aplicado como vedador ou como anel raspador em movimentos rotativos de altas velocidades e baixíssimas pressões.

V-Ring

V-ring é um vedador de borracha com formato de anel e seção definida, com lábio de vedação em uma das extremidade e corpo para dar rigidez a peça. Ele é fixado no eixo sob pressão e gira solidário ao mesmo, proporcionando excelente eficiência. Essa eficiência deve-se a força centrífuga que atua no mesmo, lançando para fora da área de vedação as partículas abrasivas que provocam desgastes prematuro nos v-rings. É aplicado como vedador ou como anel raspador em movimentos rotativos de altas velocidades e baixíssimas pressões.

Os V-rings são montados nos eixos com certa pressão e giram solidarios aos mesmos. Avedação ou raspagem é efetuada pelo lábio de vedação em uma face estacionária perpendicular ao eixo. A Face estacionária precisa estar isenta de rebarbas e partículas abrasivas para aumentar a vida útil do V-ring.Os V-rings são montados nos eixos com certa pressão e giram solidarios aos mesmos. Avedação ou raspagem é efetuada pelo lábio de vedação em uma face estacionária perpendicular ao eixo. A Face estacionária precisa estar isenta de rebarbas e partículas abrasivas para aumentar a vida útil do V-ring.​

X-Ring

Os X-rings possuem duas superfícies de contato vedante, o que garante um melhor desempenho como elemento vedador, melhor estabilidade no alojamento e resistência a torção quando montados. Atuam em sistemas estáticos e dinâmicos com pressões até 60 bar (dependendo da dureza do elastômero até 80 bar). A temperatura de trabalho varia conforme o seu composto, podendo chegar à 240 ºC.

Retentores

Definição:
Conhecido como vedador de óleo, o retentor é um vedador dinâmico, que possui um anel metálico para dar rigidez ao perfil e uma vedação de borracha acoplada com mola helicoidal.

Aplicação:
A função do retentor é assegurar a vedação entre um eixo com movimento rotativo e uma base estacionária, através de uma carga prévia da borracha do lábio de vedação e da pressão da mola.

Quando submetidos a pressões elevadas, o retentor deforma o lábio de vedação, criando uma área maior de contato entre o lábio e o eixo, provocando aumento de atrito e temperatura, e, consequentemente, limitando a vida útil do retentor.

A maioria dos retentores retém óleo ou graxa de sistemas de lubrificação, onde as pressões são menores que 1,0Kg/cm²; mas existem os sistemas de pressões elevadas, que exigem a colocação de um anel de encosto junto ao retentor, proporcionando a esse suportar pressões de até 20Kg/cm²; ou a utilização de um retentor com perfil especial que chega a suportar 30Kg/cm² de pressão. Para pressões elevadíssimas recorre-se aos selos mecânicos.

Compostos normalmente utilizados:
Hidráulicos : NBR, Poliacrílico, Silicone, Viton, Poliuretano, Teflon, Nylon
Pneumáticos: NBR, Viton, Poliacrílica, Silicone, Viton

TABELA DE PERFIS – PDF

Preços válidos somente para compras na internet, não valendo para nossas lojas físicas de Itajubá-MG e São Lourenço-MG. Em caso de divergência de preços no site, o valor válido é o do Carrinho de Compras.
Razão Social: CR Máquinas e Equipamentos Eireli.
CNPJ: 02.291.141/0001-36
Avenida Padre Lourenço da Costa Moreira, 2128
37.502-454, Itajubá-MG

Acesse nossa Política de Privacidade
2020 Lubriminas Itajubá ®
Rolar para cima

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que utilizamos para melhorar a sua experiência.